Aumento sem precedentes nos preços do Disney+ e Hulu

Aumento sem precedentes nos preços do Disney+ e Hulu

A Disney está considerando aumentar os preços de seus serviços de streaming, seguindo o exemplo da Netflix, e reprimir o compartilhamento de senhas. Durante uma ligação para investidores na quarta-feira, o CEO da Walt Disney, Bob Iger, disse que a empresa quer aumentar os lucros aumentando os preços do Disney+ e do Hulu em US$ 3, o que elevaria as respectivas assinaturas mensais para quase US$ 14 e US$ 18. Ela reconheceu que esses aumentos de preços visavam encorajar os clientes a mudar para versões mais baratas de seus serviços de streaming, que apresentam anúncios. Iger apontou que essa estratégia era mais vantajosa do que os comerciais de televisão tradicionais.

Aumento de preço

A Disney, portanto, planeja aumentar os preços de seus serviços de streaming Disney+ e Hulu. O objetivo é gerar mais lucro aumentando as assinaturas mensais em US$ 3, elevando as taxas para cerca de US$ 14 e US$ 18, respectivamente. No entanto, as versões com anúncios permanecerão com o preço atual.

Lute contra o compartilhamento de senhas

Junto com o aumento de preços, a Disney também quer reprimir o compartilhamento de senhas. Embora os detalhes dessa mudança ainda não tenham sido divulgados, Bob Iger anunciou que seriam feitas alterações nos acordos de assinantes para limitar o compartilhamento de contas. A Disney planeja se beneficiar dessa medida a partir de 2024.

Impactos financeiros e perda de assinantes

Os anúncios foram feitos depois que a Disney divulgou os resultados financeiros do terceiro trimestre fiscal, que terminou em 1º de julho. A empresa registrou perdas consideráveis ​​nos mercados doméstico e internacional, principalmente devido aos problemas encontrados no mercado indiano. No geral, a Disney registrou um aumento de 4% na receita trimestral, mas registrou um prejuízo líquido de US$ 460 milhões, em comparação com um lucro de US$ 1,4 bilhão no ano anterior. Os serviços de streaming da Disney também perderam cerca de 300.000 assinantes entre abril e junho, igualando o mesmo número de assinantes perdidos no segundo trimestre fiscal deste ano.

Conclusão

Esta decisão de aumentar os preços e lutar contra a partilha de senhas é uma forma da Disney melhorar o seu desempenho financeiro, sobretudo face às perdas registadas nos mercados indiano e internacional. A empresa espera encorajar mais pessoas a mudar para versões mais baratas de seus serviços de streaming, limitando as assinaturas compartilhadas. Essas mudanças entrarão em vigor nos próximos anos, com resultados esperados a partir de 2024.

Fonte: www.ktvh.com

Avatar photo

Sylvain Métral

J'adore les séries télévisées et les films. Fan de séries des années 80 au départ et toujours accroc aux séries modernes, ce site est un rêve devenu réalité pour partager ma passion avec les autres. Je travaille sur ce site pour en faire la meilleure ressource de séries télévisées sur le web. Si vous souhaitez contribuer, veuillez me contacter et nous pourrons discuter de la manière dont vous pouvez aider.