Os investidores se concentram nos lucros apesar do barulho da briga por procuração

Os investidores se concentram nos lucros apesar do barulho da briga por procuração

Disney se prepara para revelar seus resultados trimestrais

A Disney (DIS) divulgará seus resultados fiscais do primeiro trimestre após o fechamento do mercado na quarta-feira, enquanto o CEO Bob Iger tenta abafar o barulho da batalha por procuração para se concentrar nos lucros. É amplamente esperado que a empresa perca assinantes durante o trimestre, após outra rodada de aumentos de preços que atingiu os usuários em outubro. Contudo, espera-se que o fluxo contínuo de rentabilidade seja o foco principal, à medida que os investidores procuram a execução das iniciativas de redução de custos implementadas há um ano.

As expectativas de Wall Street

Aqui está o que Wall Street espera do gigante da mídia, de acordo com estimativas de consenso compiladas pela Bloomberg:

  • Receita total: US$ 23,80 bilhões
  • Lucro ajustado por ação: US$ 1,01
  • Receita de entretenimento: US$ 10,54 bilhões
  • Receita esportiva: US$ 4,62 bilhões
  • Receita de experiência: US$ 9,03 bilhões
  • Assinantes Disney+ (incluindo Disney+ Hotstar na Índia): 174.000 perdas líquidas trimestrais esperadas

A rentabilidade do streaming em foco

A administração tem reiterado regularmente que o streaming alcançará lucratividade até o final de 2024.

Em seu relatório trimestral mais recente, a empresa relatou perdas em sua divisão de entretenimento direto ao consumidor (DTC) de US$ 420 milhões. Incluindo ESPN+, as perdas totais da DTC foram de US$ 387 milhões. A empresa relatou perdas semelhantes nos resultados do primeiro trimestre fiscal.

Todos os olhos voltados para o novo CFO

Este será o primeiro relatório trimestral do novo CFO da empresa, Hugh Johnston.

Os analistas de Wall Street aguardam ansiosamente as principais mensagens relativas às suas prioridades, especialmente em torno da redução de custos e da obtenção de rentabilidade.

O futuro do streaming na ESPN

Espera-se que os resultados cheguem um dia depois de a ESPN da Disney se unir à Warner Bros. Discovery e Fox lançarão um novo serviço de streaming de esportes, previsto para o próximo outono.

Observe que isso é diferente das ambições de streaming da ESPN na Disney. A empresa ainda procura parceiros estratégicos, através de uma joint venture ou investimento de capital, para permitir que a ESPN lance um serviço emblemático direto ao consumidor nos próximos anos.

As preocupações da batalha por procuração

Nos bastidores, os investidores ainda se perguntam se o investidor ativista Nelson Peltz, do fundo de hedge Trian Management, conseguirá abalar o conselho de administração da gigante do entretenimento.

Os observadores de Wall Street consideraram a batalha como uma distracção barulhenta para o CEO Bob Iger, que está actualmente no processo de redefinir a estratégia da empresa. No entanto, a batalha por procuração continua a servir como um fardo, obscurecendo este objectivo.

Fonte: finance.yahoo.com

Avatar photo

Sylvain Métral

J'adore les séries télévisées et les films. Fan de séries des années 80 au départ et toujours accroc aux séries modernes, ce site est un rêve devenu réalité pour partager ma passion avec les autres. Je travaille sur ce site pour en faire la meilleure ressource de séries télévisées sur le web. Si vous souhaitez contribuer, veuillez me contacter et nous pourrons discuter de la manière dont vous pouvez aider.